Site Docente
JULIANA SANTOS DE SOUZA HANNUM
Departamento de Psicologia

 

 


Publicações

O Contexto da Família na Atualidade e o Processo de Criação de Filhos

::link::
o presente trabalho buscou compreender o lugar que os pais têm ocupado no processo de criação/educação dos filhos, bem como a percepção destes sobre esse processo. Os participantes da pesquisa foram duas famílias, ambas de classe média baixa e com filhos adolescentes. Conclui-se de modo geral que os pais na atualidade encontram-se sem referências claras no processo educativo.

Aconselhamento Genético: Análise e Contribuições a partir do Modelo de Aconselhamento Psicológico

::link::
O Aconselhamento Genético (AG) constitui um processo de investigação do diagnóstico de doenças genéticas. Este estudo de caso objetivou a análise de um modelo de AG. A coleta de dados foi realizada por meio de entrevista semiestruturada e da observação de uma sessão de AG. Os participantes foram profissionais biomédicos e a consulente de uma criança com diagnóstico de síndrome do duplo Y. Verificou-se que o AG envolve uma relação intersubjetiva complexa. Percebeu-se, nos dois polos da relação – profissional e consulente-familiar –, os aspectos emocionais (angústia, temor, culpas etc.) e defensivos (identificação, racionalização etc.) referidos na literatura das crises vitais. A análise do processo de AG indicou: 1) dissonância entre a teoria do AG e a ação do profissional; 2) fixação (defensiva) ao protocolo do AG; 3) uso de linguagem técnica dificultando contato e acolhimento do consulente; e, 4) tempo de compreender considerado na dimensão cronológica e não lógico. Infere-se que os fatores afetivos (angústia, temor, culpas etc.) e a defesa psíquica (identificação, racionalização) restringiram a comunicação do diagnóstico comprometendo o acolhimento e esclarecimento do contexto vital do consulente. Conclui-se que o modelo de AG poderia se enriquecer com a experiência do modelo de aconselhamento psicológico no que se refere ao manejo de crises vitais e no trabalho em equipes multidisciplinares.

SÍNDROME DE DOWN: O IMPACTO DO DIAGNOSTICO SOB A ÓTICA DOS PAIS EM UM PROJETO DE EXTENSÃO

::link::
O nascimento de uma criança com Síndrome de Down (SD) impõe o manejo de emoções conflituosas como: amor, tristeza, raiva, insegurança, medo, entre outras, pois nenhum casal deseja um filho com necessidades especiais. O objetivo desta pesquisa foi investigar o impacto desse diagnóstico. Foram entrevistados 10 pais de pessoas com SD entre 06 e 18 anos, atendidos pelo Projeto de extensão da PUC/GO. Utilizou-se um roteiro semiestruturado. Os dados obtidos passaram pela Análise de Conteúdo e os resultados apontaram para a importância do profissional de Psicologia no momento do diagnóstico, não somente como apoio aos pais, mas também aos profissionais da saúde, pois estes se mostraram despreparados quanto à postura de acolhimento aos pais e às orientações e esclarecimentos de dúvidas. Palavras-chave: Síndrome de Down, Impacto do diagnostico, Pais.

Lori’s Help: um aplicativo para auxílio na alfabetização de pessoas com Síndrome de Down

::link::
síndrome de Down é causada pela presença de três cromossomos 21 em todas ou na maior parte das células de um indivíduo [1]. As pessoas com síndrome de Down, ou trissomia do cromossomo 21, têm 47 cromossomos em vez de 46, como a maior parte da população. A pessoa com síndrome de Down tem idade cronológica diferente de idade funcional, desta forma, não é esperada uma resposta idêntica à resposta das pessoas com desenvolvimento típico [9]. Esta deficiência advém de desajustes funcionais do sistema nervoso, causando dificuldade no aprendizado. Essas dificuldades podem ser manifestadas desde a alfabetização básica até a realização de atividades cotidianas. O software desenvolvido neste trabalho tem o intuito de auxiliar pessoas com síndrome de Down durante o processo de alfabetização. O auxílio é fornecido por meio de atividades, como, por exemplo, o pareamento de vogais. Além disso, durante a execução dessas atividades, um algoritmo para biofeedback, conhecido como Attention Meter, monitora a atenção demonstrada pelos os usuários. Ao final, é gerado um relatório do desempenho para cada usuário, com marcadores que destacam o comportamento durante a execução de cada atividade. Assim, ao longo do processo de alfabetização, é possível quantificar e qualificar as atividades propostas não apenas pela quantidade de acertos, mas, também, pelo engajamento pessoal de cada usuário do aplicativo.

Software with Biofeedback to Assist People with Down Syndrome

::link::
Down syndrome is caused by the presence of three chromosomes 21 in all or most cells of a person [1]. A person with Down syndrome has different chronological and functional age, so the same response is not expected as those without the syndrome [2]. This deficiency stems from brain damage and functional imbalances of the nervous system, resulting in some learning difficulties, which can vary from basic literacy to performing daily activities. The applications developed in this work are intended to help these people in their literacy, while monitoring their attention levels and detecting their expressions. The assistance is provided through activities such as pairing vowels and matching words with corresponding images and sounds. On the other hand, a biofeedback algorithm called Attention Meter runs in parallel with the activities, monitoring the user’s attention during the execution. This algorithm is implemented as a framework that can be used by any application running Android or RemixOS. Finally, a performance report of the student engagement and learning is generated for a professional analysis, according to the attention level.


 

 

Copyrights © 2019 Equipe Internet - Todos direitos reservados.Universidade Católica de Goiás - Brasil
Av. Universitária 1.440 - Setor Universitário - Goiânia - GO - CEP 74605-010
anuncio